Nós somos o trânsito: conheça a campanha de conscientização de 2018

As campanhas educativas são muito importantes na conscientização de motoristas e demais usuários de veículos. Em 2018, a Semana Nacional do Trânsito traz o tema “Nós somos o trânsito”, como forma de despertar em todos, motoristas e pedestres, os cuidados necessários para a segurança.

A Lei Seca, em vigor no país há 10 anos, trouxe a redução de 2,4% do número de mortes no trânsito do país. Entretanto, em alguns estados, como Pará, Maranhão, Piauí, Bahia e Tocantins, os números continuam elevados.

Desde 1997 é celebrado no país, entre os dias 18 e 25 de setembro, a Semana Nacional do Trânsito. Ela traz uma série de eventos e ações educativas, promovidas por órgãos e entidades que integram o Sistema Nacional de Trânsito.

Todos os anos o Conselho Nacional de Trânsito (Contran) escolhe um tema como pano de fundo para as ações da Semana, e o de 2018 é “Nós somos o trânsito”. A ideia é envolver toda a sociedade na reflexão sobre uma nova forma de encarar a mobilidade. Trata-se de um estímulo para que todos os condutores, ciclistas, pedestres e passageiros optem por um trânsito mais seguro.

Tecnologia contribui na soma esforços em prol da vida no trânsito

A tecnologia é mais uma ferramenta utilizada para promover as mudanças tão almejadas no trânsito. Luiz Gustavo Campos, diretor e especialista em trânsito da Perkons, empresa que desenvolve e aplica tecnologia para a segurança no trânsito, conta que os radares, como são, de modo geral, conhecidos os equipamentos de fiscalização eletrônica de trânsito, acabam por inibir o condutor a praticar altas velocidades, induzindo-o a respeitar o limite imposto em cada via. “Além disso, muitos desses dispositivos possuem outras funções, como registrar avanço de sinal vermelho, circulação em faixa exclusiva e conversões proibidas; sempre com o objetivo de tornar as vias mais humanas e seguras para todos”, explica.

Para Campos, os equipamentos de fiscalização somam esforços às campanhas e ações educativas, sendo eficazes para tornar o trânsito menos violento.

“Cada indivíduo precisa refletir sobre seu comportamento e seus deveres quanto usuário das ruas e vias, e também lutar por seus direitos, como usufruir de estradas seguras e bem sinalizadas. O mote “Nós somos o trânsito” mostra que todos têm papel determinante para minimizar as ocorrências e, consequentemente, reduzir o número de vítimas no trânsito”, acrescenta o especialista.

Confira o que rolou na 2ª Etapa do Novo Rally MG!

Sol, poeira, balaios e muita confraternização. Assim foi a etapa Juiz de Fora do Novo Rally MG 2018. Na sexta feira, 11 de maio, o “esquenta” no APRIORI Bar e Restaurante em Juiz de Fora (MG) foi uma prévia do sucesso da etapa. A confraternização rolou solta. Pilotos e equipes vieram de vários estados brasileiros para participar da segunda etapa do Novo Rally MG.
Na manhã ensolarada de sábado, 12 de maio, os participantes concentraram-se no Posto Esso do bairro Igrejinha para a vistoria técnica, briefing e largada a partir das 10h00. Balaios e trechos estreitos entre subidas e descidas íngremes dentro da Fazenda de Reflorestamento São Domingos, em Bias Fortes, foram os ingredientes para o sucesso.
Após 5 horas de prova, os competidores retornaram para Juiz de Fora, onde aconteceu a festa de premiação e entrega dos troféus no A PRIORI Bar e Restaurante no bairro Alto dos Passos.
O piloto de Belo Horizonte, MG, Fernando Lage, vencedor da categoria Master, comemora: “O carro tá novinho ainda sem placa é já campeão. A prova foi boa, tudo correu bem. Um abraço a todos!”
A dupla Braulio Ferreira e seu filho Erick, de Juiz de Fora, MG, mais uma vez foi destaque no Passeio Pais e Filhos. “Procuramos fazer uma prova que fosse de agrado de todos, ressaltando a nossa preocupação com o meio ambiente. Nossos trajetos foram levantados de maneira a não interferir na natureza. Grato a todos que estiveram conosco!”, finaliza Weidner Moreira, membro da organização do evento.
A etapa de Juiz de Fora do Novo Rally MG 2018 teve o patrocínio de BF Goodrich e Jacar Pneus. Apuração TOTEM e  supervisão da Federação Mineira de Automobilismo.

Conheça os vencedores da segunda etapa do Novo Rally MG

Categoria Master: Fernando Lage e Jhonathan Ardigo
Categoria Graduado: Amir e Marcelo Novaes
Categoria Turismo: Paulo Renato e Lucca Ribeiro
Categoria Turismo Ligth: Reinaldo Cardoso e Cesar Romero Junior
Para ver resultados completos acesse: www.totemonline.com.br
Texto e fotos: Angelo Savastano/Savastano Photo Sport

8 Dicas para reduzir o consumo de combustível de forma eficaz

Nas últimas semanas o preço do combustível subiu de forma assustadora. A gasolina teve um aumento foi de 8,22% na primeira semana após a elevação dos impostos sobre os combustíveis aplicados pelo governo.

Na mesma semana, a Petrobras elevou os preços nas refinarias em 3,91. E se o preço da gasolina não está deixando os motoristas satisfeitos, o do diesel muito menos.
O preço médio terminou a semana com uma alta de 4,69% nas bombas. Já nas refinarias, o aumento foi de 3,43%.

Mesmo com o significativo aumento do preço do combustível, o cenário ainda é melhor do que poderia ser. A gasolina subiu, na média R$ 0,285, contra previsão de R$ 0,41 do governo. O aumento do diesel também ficou abaixo da previsão do governo, tendo uma elevação de R$ 0,137, contra estimativa de R$ 0,21.

Nesses tempos de mudança, o que resta é tentar economizar no preço do combustível. Por isso, separamos 8 dicas que vão ajudá-lo a reduzir o consumo do seu carro. Confira:

Simples atitudes que ajudam economizar o preço do combustível

Calibragem dos Pneus

Pneus com a calibragem errada influenciam diretamente no consumo de combustível. Um pneu calibrado de forma correta pode reduzir até 20% do consumo.

Troca de marcha

A troca de marcha influencia diretamente no consumo de combustível. Quando você utiliza a aceleração e marcha errada, você gasta muito mais combustível. Fique atento na hora de mudar de marcha.

Aceleração

Evite aceleradas bruscas e desnecessárias, isso afeta o consumo. Também não é recomendado ficar aquecendo o carro pela manhã antes de sair da garagem.

Velas

A velas estão entre os itens de manutenção que mais influenciam no consumo dos carros.  Isso ocorre porque sua função é gerar energia na câmara de combustão para iniciar a queima da mistura ar/combustível. Se as velas estão ruins, essa queima fica irregular, influenciando diretamente no aumento do combustível injetado.

Vidros

Para economizar o ar condicionado, muitos motoristas optam por andar com os vidros do carro aberto. Mas você sabia que isso pode aumentar o consumo? Andar com os vidros abertos interfere na aerodinâmica do carro, aumentando o gasto principalmente quando o motorista está a mais de 80Km/h.

Ar condicionado

Agora que você já sabe que os vidros abertos também aumentam o consumo de combustível, talvez opte pelo ar condicionado, certo? Errado! O ar condicionado também aumenta o consumo em média 20%.

Filtros

Os filtros entupidos influenciam diretamente na mistura de ar e combustível na câmara de combustão. Isso faz com que o veículo gaste mais, porque a mistura fica irregular.

Excesso de velocidade

Para sua segurança e economia, respeite os limites de velocidade. Um carro consome cerca de 20% a mais quando está a 100 km/h do que quando está a 80 km/h.

Essas simples dicas vão fazer com que você não sinta tanta diferença no bolso quando for abastecer o automóvel. Para mais dicas de nossos profissionais, acesse o Facebook ou nos faça uma visita! Estamos na Avenida Presidente Itamar Franco,  2828 – São Mateus. Esperamos por você!

Você sabe qual a importância dos aros dos pneus?

Você deve saber que os tamanhos dos pneus afetam o desempenho e influenciam o consumo de combustível do seu carro, certo? Mas você sabe qual a importância dos aros dos pneus? Primeiro vamos entender a função do aro para a roda:

  • O aro é a circunferência da roda que vai dentro do pneu.
  • Perfil: Perfil é a altura do pneu, quanto maior a roda, menor o perfil, porque é obrigatório manter o tamanho do conjunto ou o diâmetro externo. Essa medida pode variar apenas 3% para mais ou para menos, para garantir o desempenho e a segurança do carro. Mantendo o diâmetro externo do conjunto, o que altera é a altura do perfil do pneu, por exemplo, o perfil aro 18 é maior que o perfil do aro 19, o que é menor impacta em toda característica de performance, conforto e dirigibilidade.

exemplificação dos aros dos peneus

Atualmente, a moda automotiva instiga os motoristas a terem carros com aros maiores, deixando os aros menores, como o 13, sem grande aquisição. Em alguns casos, as montadoras oferecem até três opções para o mesmo modelo, por exemplo, um carro com aro 14, 15 e 16. Além disso, os carros que estão sendo lançados estão mais altos, por isso, o tamanho da roda precisa estar de acordo, aumentando assim o aro dos pneus.

diferentes tipos de aros dos pneus

Direção segura

Além da estética, o tamanho e o tipo dos pneus também determina o comportamento do carro na estrada, o que influencia diretamente na sua segurança e de todos que estão com você. Para começar, é preciso verificar se todos os pneus são do mesmo tamanho.  Quando os pneus não combinam, um veículo está em risco de responder de forma inadequada em situações de emergência.

É importante lembrar que se o seu carro possui aro 13, você não pode usar um pneu com aro 17. Mexer nas medidas do pneu é bem sério! Sem conhecimento adequado pode provocar problemas nos comandos eletrônicos e até nos freios. Mesmo nos casos de personalização em que rodas de aro 30, 34 e até 38 valorizam o projeto estético é necessário cuidado.

Pneus novos

Se você está pensando em trocar os pneus do seu carro, a hora é agora! A Jacar está com uma promoção imperdível de pneus Michelin. Confira!

  • Pneus aro 14 para gol, Uno, Ônix e HB20 por R$299,00;
  • Pneus aro 15 para Idea, Pegeout 208, Pálio e Fiesta  por  R$349,00;
  • Pneus aro 16 para Civic, Corola, Focus e Línea por R$359,00;
    Pneus aro 17 para Jeta, Gol e I30 por R$399,00.

Dúvidas e informações: (32) 3232-4900 ou nos faça uma visita na Avenida Presidente Itamar Franco, 2828, São Mateus – Juiz de Fora. Esperamos por você!

Pisca-alerta: descubra em quais situações devemos usá-lo

Você já deve estar familiarizado com a função do pisca-alerta em seu automóvel, mas será que você realmente o usa quando necessário? O pisca-alerta deve ser usado para alertar os demais motoristas e transeuntes quanto às ações que seu veículo irá realizar. Usá-lo sem motivo aparente ou como forma de comemoração é infração média e possui multa como penalidade.

O código de trânsito brasileiro define o pisca-alerta como uma “luz intermitente do veículo, utilizada em caráter de advertência, destinada a indicas aos demais usuários da via que o veículo está imobilizado ou em situação de emergência”.

Se você ainda tem alguma dúvida sobre quais as situações em que o uso do pisca-alerta é permitido, confira a lista que preparamos para ajudar você!

Principais situações onde o uso do pisca-alerta é fundamental

  • Quando o motorista necessita parar o carro no acostamento da rodovia, independente do motivo. A sinalização deverá ser feita tanto para alertar os demais motoristas quanto para indicar que seu veículo está com algum problema e solicitar ajuda. Essa medida é obrigatória;
  • É importante usar o pisca-alerta quando houver necessidade de parar o carro no meio da rua ou de uma avenida, seja por algum defeito ou falha técnica (quando o carro morre), ou parar priorizar a passagem de outros veículos e transeuntes;
  • Caso o automóvel apresente algum defeito ou problema inesperado enquanto estiver em movimento. Nesse caso, além do pisca alerta, também é necessário que o motorista use demais sinalizações na pista, como o triângulo, por exemplo, que é encontrado dentro do porta-malas do carro;
  • O pisca alerta também deverá ser usado quando o trânsito estiver lento devido a algum acidente na rodovia/ruas/avenidas, com o intuito de indicar aos demais motoristas a agirem com cautela.
  • Além dessas situações onde o pisca-alerta precisa ser usado, o motorista também poderá usá-lo quando a regulamentação da via assim o permitir. Nesse caso, o motorista encontrará orientações na via para ligar o pisca alerta com o carro em movimento.

Situações cotidianas onde NÃO se deve usar o pisca-alerta

  • Jamais acione o pisca-alerta quando o carro estiver em movimento. Essa ação pode confundir os demais motoristas, aumentando as chances de causar algum acidente. Essa situação ainda pode se agravar caso haja neblina na pista. Devido à perda da visibilidade, os demais motoristas podem pensar que o carro está parado e aumentar o risco de colisão traseira.

Para saber mais sobre os cuidados com seu carro, acesse o nosso Facebook e canal no YouTube. Ou passe em nossa loja e nos faça uma visita. Esperamos por você!